terça-feira, 8 de abril de 2008

• Para evitar Elegias

Se você for ocidental, de origem cristã e filho de imigrantes, há grandes chances de já ter presenciado o milagre da beatificação post-mortem. "Ele era tão bão pas pessoa" sempre acompanha o "ele parece estar sorrindo" entre um e outro cafezinho com piada de papagaio tomado sobre o defunto. Segundo minha tia, até o Pinochet ficou mais angelical com aquele cravo branco na lapela, combinando com o algodão na fuça.
Pois bem, entre tantas pérolas da sabedoria popular a ribombar pelos velórios brasucas, sinto-me no preguiçoso dever de economizar meu tempo e homenagear quem amo ainda em vida. E, se possível, mentir bastante ao dizer que esses mequetrefes traquitanas que não valem um vintém são a última bolacha do pacote. Até porque, do meu são sim.

***

Começo pelo Vini, um suposto amigo que usou de chantagem emocional para comigo, com o único objetivo de fazer-me parar com os trotes na Redação. De modo calculista planejou desviar-me a atenção com assuntos menores tais como amizade, amor, filosofia e botecagem.
Ele, que incitou-me a realizar maldades que dariam justa-causa, que tornou-me comparsa de crimes hediondos (tais como encher de sal na pasta de dente do Agostinho ou anunciar o Voyage do Fabiano a preço de banana - o celular do cara tocou por três dias), que já inverteu e desplugou TODOS os cabos do meu computador, que passou creme de mão no gancho do meu telefone pra melar minha orelha, que perdeu as contas das tantas montagens com fotos minhas no Photoshop (em corpos de anão, em potes de Yakult e demais situações deploráveis proibidas para o horário), que já colou quilômetros de papel com recados nas minhas costas, que já jogou sal no meu suco e azeite no meu pudim no refeitório, que já encheu os bolsos da minha blusa com clipes, que já entupiu o sensor ótico do meu mouse com papel carbono, que talhou alcunhas depreciativas tais como "pequinês do diabo" e "pão de queijo - redondo e azedo", entre outras demoniagens. Ele, senhoras e cenoures, não me deixa mais zoar com a devida proporção e, desgraça das desgraças, não revida nem responde ao desafio. Virou miguxo.
Como posso eu, ávido em minha honra, ser ignorado na minha tentativa de fazer justiça?
Acompanhe comigo no tira-teima:



Este é o alho que o Vini deixou em cima do micro para afastar mandinga. Ou era.
Sabem o que ele fez? Riu, se riu. Enverguei seis, SEIS, minhas senhoras, grampos de grampeador, sob risco de ferir meus dedos, para receber não mais que uma risadinha ou, quiçá, um comentário do tipo "ficou da hoga". Minha obra, um masterpíce da malignidade em nome da justiça, praticamente um atentado à crença e um crime constitucional, ficou lá decorando sua mesa ao lado da sua violeta na qual já mijei (mentirinha hehehehe*).
Tudo bem. Blogs são vinitres do ego onde falamos de nós mesmos e isso tudo foi só pra dizer o quanto EU sou amigo desse fascínoga, desse ingagato, desse mequeteguéfe lazaguento, tagatante e demais ofensas que só não digo porque jamais desceria ao nível de zoar em público sua língua peguesa.

Vini, seu emo, te zoei por uma década e espero poder colar silvertape no teu braço peludo pelas próximas. Torço avidamente (e não aviadadamente, não se empolgue) para que um de meus últimos atos seja botar minha dentadura na água da sua caneca profissional.
Abagaço desse amigo que te ama e na verdade só está no mundo pra compensar sua maldade.


* amanhã ele vai cheirar pra conferir, anotem aí.

Espaço publicitário:
Para evitar Elegias, diga hoje mesmo.
Para evitar alergias, use Minâncora.



14 comentários:

Vinícius Castelli disse...

Algo curioso é:
Se as pessoas são tão preocupadas assim com o tal que "era tão bão", pq não fazem parte da vida dele de forma ativa?

Se estão preocupados se "ele parece estar sorrindo", pq não o ajudam a sorrir para valer já que se preocupam tanto?
Pq não aproveitam o que a vida traz de bom ao invés de se 'preocuparem' de longe.
A vida tá aqui, e agora. Pra viver sem medo.
Minha avó sempre dizia:
"Vi, me traga flores enquanto eu puder sentir o perfume delas, depois não adiantará de nada."

Vinícius Castelli disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Vinícius Castelli disse...

Caramba, tentei postar várias vezes e só deu erro...
Bom, só pra dizer q não fiz nada disso de azeite, cremes e afins...Jamais, ehehe

De Marchi ॐ disse...

Isso, negue Farizeu! hehehehe

웃 Mony 웃 disse...

Ah! Vocês adoram se sacanear mutuamente... Tudo bem, já entendi que isso faz parte dos rituais da verdadeira amizade masculina.
Tudo o que posso dizer é que vocês são dois garotos bagunceiros adoráveis e muito queridos!
Aliás, adorei o alho do Vini, ficou parecendo um bichinho simpático.
Afe! Cada mais fico admirada da criatividade desse "Zoiudinho". :D


Esse negócio de "faça em vida" é muito legal, muito válido, eu tô tentando, mas confesso que sou desligada demais...
Eu amo meus amigos, muito, mesmo, de verdade. Por sorte tenho muitos, sou mesmo uma abençoada. Outra bênção na minha vida seria dar conta de dar a eles o carinho que merecem, um dia chego lá... ;)
Beijoconas pros dois.

De Marchi ॐ disse...

Vini, tenho recebido milhares de cartinhas dos leitores pedindo para eu postar algumas fotomontagens. O que diz? :D

Karin disse...

PASSEATA FECHA BLOG DO DENIS:
Pelo menos 1 desocupado é visto zanzando de um lado pro outro vestindo um cartaz: Queremos fotomontagens! Queremos fotomontagens AGORA! :P

De Marchi ॐ disse...

Vox populi, vox Dei!
Concorda, Vini? :D

웃 Mony 웃 disse...

Que papo é esse de "vox dei"?! :o
Deu o que pra quem?! :P


Afe! Essas fotomontagens!
Se começar a guerra com elas vai ser interminável e hilariante... :D

Vinícius Castelli disse...

E eu, que ando tão mais pra lá do que pra cá, ou vice-versa, nem agradeci a homegagem, ehehe
Gostei, e muito. :)

웃 Mony 웃 disse...

PQP!
Quero ver o Vini agradecer depois de ver a bendita fotomontagem... :O

Afe!
Essa não tinha visto! :o
Creindeuspai!

Anônimo disse...

ahhahahhahaahahhahahah

sacanagem..hehe

agora, olhando bem pra foto, tem uma bacia do lado com agua, oleozinho, beleza...mas um borrifador??o que se faz com um borrifador de agua na praia??

(desodorante de chulé de teta?)

Zé anonimo

De Marchi ॐ disse...

Se eu fosse maldoso, diria: "É paga refeguescar as dobiguinhas!"

De Marchi ॐ disse...

Informe publicitário:

Pra evitar Elegias, escreva em vida.
Pra evitar alergias, use Minâncora.