sábado, 10 de maio de 2008

• Outras evidências da estupidez do blogueiro:

• Não adianta conferir e reconferir os comentários - é só aquilo mesmo (e agradeça se houver algum);

• Prolixia é um mal que se cura de várias maneiras (acredite: a mais divertida ao leitor sempre será amputar as mãos do blogueiro);

• Exercite a democracia reclamando da falta dela durante o ato de escolher as palavras (antes que te processem);

• Evite o arrependimento: não leia tópicos antigos.

• Posts longos não dão IBOPE. Posts sérios, ídem. Posts intimistas, jamé. Posts sórdidos... áueis, mailóvi!

Em caso de fracasso das abordagens supracitadas, siga os três passos da eficiência by Bill Gates: o control, o alt e o del.


Como diriam no cinema:
"Chiiiu, porra"

OBS: Quem fala no cinema para alguém não falar no cinema tem 100 anos de perdão?

5 comentários:

Karin disse...

Réplica do leitor:

1) Também não adianta conferir e reconferir esse blog várias vezes por dia só porque se está com tédio, porque a entrada dos textos só vai acontecer de madrugada mesmo (e agradeça se acontecer);

2) Desocupados também podem ser muito prolixos (escolha melhor seus leitores);

3) Desconheço se tens algum leitor advogado, mas juiz eu sei que tem pelo menos um, portanto cuidado.

4) Leitores não se arrependem do que escrevem porque nunca mais vão encontrar seus comentários mesmo e portanto não conseguem relê-los.

5) Experimente colocar uma receita de bolo no meio dos seus posts longos, sérios e intimistas pra ver só se o povo não tá lendo...

Atenciosamente...

Anônimo disse...

ate quenfim auguma coisa que da vontade de comentar mano. he he he he he he he he he he he he he he he he he he he he he he he he he he

Vinícius Castelli disse...

Cara, essa foi 'brilhante'.
Que aliás, está em promoção no Carrefour!

Cris Bomfim disse...

Denis... a minha dúvida agora é: devo parar de escrever? Meus posts são longos, nem sempre engraçados, intimistas... óóó vida.
Me ajude!

Beijocas
Cris

Mario Ferrari disse...

tréplica:
Cartas do leitor
é um tópico criado em tudo quanto é midia escrita para que este, o leitor, exerça, na maioria das vezes a punheta da escrita, e umedeça o ego. às vezes porém resulta numa troca gostosa de idéias, valores e dilemas. Nos blogs esse troca-troca de amor amável e de amor perverso, é essencial para um bom encontro, uma possível catarse, um reconhecimento uns dos outros (sem beijo na boca!). senão para que merda serve isso?!