quinta-feira, 9 de outubro de 2008

• Ministério Público ameaça fechar o orkut

Deu na Folha:
http://www1.folha.uol.com.br/folha/informatica/ult124u20501.shtml

Provavelmente o burburinho já chegou até você.
A impressão que fica é a de que o Estado optou pela coação com essa chantagem de tirar o orkut do ar, baseado em brechas (e ausência) de leis de regulamentação da internet. A idéia do MP, vejam só, é a de quebrar o sigilo das pessoas no orkut. Como o Google não o faz, está obstruindo a Lei.
UADERREL?
Sigilo?? No orkut???
Só eu não tenho privacidade naquela porcaria?

"Ah! Quebrarão apenas os dos perfis falsos" - replicaria Pollyana.
Sei. Como a Inteligência da PF, capaz de proezas mil com seus supergrampos, não consegue identificar um IP que qualquer nerd mongolóide com um programinha faz?
Outra boa pergunta. Quer dizer que, nessa lógica de evitar espaços onde possa haver conteúdo impróprio, vão bloquear todos e qualquer serviço de rede de contatos?
Adeus, Myspace! Afinal, por princípio, bloquearão a internet.

***
De um lado falam que negar-se a quebrar o sigilo é obstrução da lei, e por outro não consideram que ninguém é obrigado a denunciar coisa alguma, quanto mais o que não sabe. (Bom... aí peço ajuda pros advogados de plantão: se é obrigação, então fomos todos criminosos algum dia, porque já vimos calados muitas das merdas que o Estado não resolveu). Um órgão que sequer é capaz de nos dar o básico de proteção - seu dever - não deveria cobrar tanto quando pouco oferece pela troca de informações. Gostaria também de saber quantos bancos recusaram-se a quebrar o sigilo de alguns dos nossos políticos, por exemplo, mas isso eu vou morrer querendo, em vão.

De qualquer modo, não faz muito sentido que o Governo exija que um grupo ou empresa faça o trabalho que é inerentemente seu, que passe sua existência caçando bandidos e entregue de bandeja seus nomes. Simplesmente não é seu dever.
Isso me lembra as blitz da polícia nas ruas, que param Corsinha mil com uma família dentro pra ver documento e procurar "tóchico", que invadem barraquinho de favela quando os cabeças do tráfico estão na Barra da Tijuca, em Alphaville (ou Brasília.. ops). Por que não se divertem com outra coisa enquanto caçam bandidos? Eles sabem onde estão. Pra piorar, não se define as bases do que se considera "controle" num sistema onde o controle de conteúdo é absurdamente difícil de ser realizado e, acima de tudo, feito com base no conceito de livre expressão como a internet.

***

Conteúdo impróprio.
Taí um tema interessante. Ilegal é impróprio. Maconha, por exemplo, é ilegal. Uma comunidade que discuta democraticamente sua legalização, portanto, pode ser considerada imprópria por dar margem ao entendimento de que trata-se de apologia.
Pronto: pro xilindró, meliantes!

"Quem não deve, não teme!" - diria o Telettubie.
Não interessa. Apesar dos tempos de grampo, de "calaboca" da imprensa e afins, este ainda é um país livre e eu não quero ninguém fuçando nas minhas intimidades, quanto mais impedindo-me de debater os temas que me interessam. Eu, cidadão, que voto e boto essa gente pra trabalhar lá por e para mim, não quero esse cerceamento cheirando a saudades de Ditadura.

O interessante é que o Ministério Público desconsidera não apenas a questão da privacidade (direito) como não sugere medidas verdadeiramente eficientes; apenas cobra-as como se qualquer grupo ou empresa tivesse de prever absolutamente todas as possibilidade de crime e evitá-los (coisa que o próprio Estado não faz em relação à política nacional e à Segurança Pública). Medidas generalistas como essa são tão ilógicas quanto proibir igrejas porque há padres pedófilos, ou nos proibir de andar à noite nas rua porque nela pode haver ladrões.
Criminosos têm seus próprios códigos e abreviaturas (e podem reinventá-los a qualquer instante), como já é de conhecimento público. Sistemas de busca ao estilo palavras-chave simplesmente não resolvem. É possível criar um site obscuro ".ru" num servidor estranho qualquer via cartão de crédito, sem necessidade de CPF ou porra que o valha. Por isso nem a interpol nem ninguém consegue ir muito além do que já fazem. Pedófilos e nazistas propagam seus lixos desde os tempos de IRC e ICQ e o Estado culpar o orkut pela própria incompetência é risível, dá até margem pra pensar em retaliação por alguma propina mal-sucedida, mas eu é que não vou pensar nisso... porque pensar, amiguinhos, é perigoso (vai que tiram meus dedos do ar - e das mãos...).

4 comentários:

웃 Mony 웃 disse...

Quando falta competência, generalização burra é o melhor meio de "mostrar serviço". É assim, por conta de uns merdas, todos sejam castigados e tudo bem. Sim, senhor! Até que algum entitulado, patenteado ou coisa que o vlha determine a hora de descansar...
Desconsideremos o fato de isso não resolver nada, o fato é que algo está sendo feito. E pra os que estão em manada, isso basta e ainda aplaudem.
Fico me perguntando pq foi que meus ancestrais saíram da França?... :(

Janaina disse...

Denuxo, vc ontem tinha escrito um texto équisselente depois de "Denis não encha o saco", eu li e não tive tempo de postar a resposta. Onde está? Não acredito que deletou :P

Só de réiva, posto a resposta nesse aqui:

Clap, clap, clap, clap...
Pra variar, adoro seus textos. Acho que é esse pensar coletivo que causa tanta angústia em nós, pobres mortais. Pq não, uma mãe dificilmente amará da mesma forma dois filhos. As pessoas são diferentes e é natural uma afinidade maior por um ou outro. Mas como é “pecado” fazer distinção, vem a culpa, a angústia, a negação.
Esse “ter que dar satisfação da sua vida pra sociedade” é triste. Bom é conseguir se libertar das amarras e bem...
...foda-se o mundo!

De Marchi ॐ disse...

Perdão, Jana... recolhi o texto para reeditá-lo mas postarei nos próximos dias... :)

Diaba Lorena boazinha. disse...

Quem se achar prejudicado ou que presencie uma clara contravenção que denuncie a fonte de seus infortúnios!

Minha privacidade secundária eu mantenho não divulgando informações que não dizem respeito a ninguém. A primária é o meu direito constitucional à liberdade de expressão. E que ninguém se meta a besta de se intrometer na minha vida.

Crimes nas mídias ocorrem em trocentos lugares, não só no Orkut. Vão tirar o Google inteiro do ar? - afinal ele é dono do Gmail (não te passam e-mails fins golpe?), sistema de busca (não pode te direcionar a um falso site?_, navegador (não pode ter bug que dá brecha à falhas de segurança?), do Orkut (cheio de gente que inventa mentiras e pedófilos e gente do mal), blablablá...
Cancelem também as operadoras telefônicas para ninguém mais passar trote para você, para os bombeiros, para a polícia, golpe do seqüestro...
Cancelem os jornais que colocam anúncios de prostitutas, charlatães do candomblé, notícias tendenciosas e não checadas, classificados de produtos roubados!

Digam-me o que posso ler, o que escrever, o que falar, onde fumar, o que comer, o que beber! Sou uma incapaz de 37 anos que não sabe o que é melhor para uma vida segura e saudável!

Ora, vamos...

Aproveitando os meus direitos ainda vigentes, escreverei em alto e bom caps lock: JUDICIÁRIO E EXECUTIVO, FAÇAM SEU SERVIÇO E DEIXEM DE VIADAGEM!!!

UFA!